57% dos favores públicos resgate de Wall Street

visão global

Por uma margem de quase dois para um, o público americano pensa que o governo está fazendo a coisa certa ao investir bilhões de dólares para tentar manter as instituições financeiras e os mercados seguros. Reagindo aos relatórios iniciais do plano de resgate federal no fim de semana, 57% disseram que o governo estava fazendo a coisa certa, enquanto 30% disseram que estava fazendo a coisa errada. Ao mesmo tempo, apenas 19% do público acredita que o governo está fazendo um trabalho excelente ou bom no tratamento dos problemas financeiros de Wall Street. O apoio ao plano do governo de resgatar muitas das instituições financeiras problemáticas do país é basicamente bipartidário.


Estas são as principais conclusões de uma pesquisa do Pew Research Center for the People and the Press conduzida de 19 a 22 de setembro de 2008 entre 1.003 adultos, que concluiu que os eleitores preferem Barack Obama a John McCain como o candidato presidencial mais capaz de enfrentar a atual crise financeira : 47% favorecem Obama, enquanto 35% escolhem McCain. Os independentes preferem Obama a McCain por uma margem de 44% a 30%, enquanto os republicanos e democratas se alinham solidamente atrás de seus indicados pelo partido.

A pesquisa mostra o nível mais alto de interesse dos cidadãos em relatórios sobre a economia em quase 20 anos de pesquisas de interesse por notícias do Center. Uma sólida maioria dos americanos (56%) afirma ter seguido as notícias sobre a economia de muito perto na semana passada. Além disso, 49% dizem que acompanharam as notícias sobre a turbulência em Wall Street de muito perto.

Além disso, um grande número de americanos estava ciente de aspectos específicos da história de Wall Street. Quase dois terços (64%) relataram ter ouvido muito sobre o empréstimo do Federal Reserve à gigante de seguros AIG; 59% ouviram muito sobre o pedido de falência do Lehman Brothers; e cerca de metade (49%) ouviu falar muito sobre a venda da Merrill Lynch para o Bank of America. Na noite de segunda-feira, 58% tinham ouvido falar muito sobre o plano de resgate do governo.

Apesar do intenso foco do público nas notícias econômicas e financeiras, relativamente poucos americanos (24%) dizem que entendem muito bem os problemas recentes em Wall Street. Uma proporção relativamente grande (48%) diz que entende a atual crise financeira bastante bem, enquanto 28% afirma ter muito pouco ou nenhum conhecimento da situação. Entre aqueles que afirmam ter uma boa compreensão da crise, 54% expressam uma visão positiva do plano do governo de investir bilhões para apoiar instituições financeiras; que pouco difere daqueles que afirmam entender bastante bem a situação (58%), ou daqueles que afirmam entender pouco ou nada sobre o plano (54%).


O governo é amplamente criticado por lidar com os problemas financeiros de Wall Street. Apenas 2% dizem que o governo está fazendo um excelente trabalho e 17% dizem que está fazendo um bom trabalho. A grande maioria dos americanos diz que o governo está fazendo apenas um trabalho razoável (44%) ou ruim (33%) ao lidar com os problemas em Wall Street. Essas avaliações negativas do desempenho do governo são compartilhadas por republicanos e democratas. Os democratas e independentes são particularmente críticos do governo nesse aspecto: 38% de cada um dizem que o governo está fazendo um trabalho ruim.