Ao longo dos próximos 10 dias um extenso anticiclone vai evoluir para a Península Ibérica, afetando em especial a metade ocidental da Península.

Algumas áreas de instabilidade deverá continuar a afetar o leste de Espanha e partes da Europa central e Mediterrâneo.

Já é visível na imagem de satélite a extensa área de céu praticamente livre de nuvens que irá entrar pelo território a partir de amanhã e Sábado, e que se deverá manter até aos primeiro 5 dias de Junho.

As temperaturas vão subir, e o tempo será seco e quente, com aumento do risco de Incêndio.
As massas de ar sobre o território não serão no entanto de procedência Africana, pelo que não esperamos incidência de poeiras durante estes dias.

O regime de ventos será de nordeste, com vento mais intenso nas terras altas e em pontos do litoral ocidental, algo que é característico do Verão, nomeadamente dos primeiros 3 meses da estação quente, Maio a Julho.

Após este período de tempo estável, esperamos o retorno de condições mais instáveis entre 5 e 15 de Junho, com possibilidade de alguns episódios de precipitação/trovoadas e tempo mais fresco.