Incêndios massivos, no oeste dos EUA e Canadá, estão a gerar plumas de fumo que se vão propagando pelo hemisfério Ocidental…

O nosso colega do MeteoBadajoz criou uma infografia, bastante bem conseguida, que mostra como o fumo se espalha na circulação de oeste, nas latitudes médias, atingindo a Europa Ocidental, e eventualmente chegando à Península Ibérica, ao se infiltrar no fluxo associado ao Anticiclone dos Açores.

Não esperamos que estas nuvens de fumo tenham grande influência nas condições sobre Portugal Continental e Ilhas.

Os únicos efeitos serão acentuar os tons avermelhados do pôr do sol e tornar o céu um pouco mais esbranquiçado durante o dia… tal como fazem as poeiras vindas dos desertos de África.

A concentração de partículas na atmosfera deverá manter-se em limiares baixos pelo que não são de esperar efeitos na Saúde Pública.