Uma perturbação em altitude deverá cruzar o noroeste da Península Ibérica durante o dia de amanhã, com aguaceiros e possibilidade de trovoadas em especial na Galiza e no norte de Portugal Continental.

Essa perturbação vem desde os Açores e é bem visível no canal WV do MeteoSat, com um máximo de vorticidade central, associado a uma massa de ar frio, em torno do qual se observam áreas de movimentos verticais com formação de nuvens altas.

Uma banda de nuvens altas está neste momento já a chegar a Portugal continental, marcando uma região de frontogénese nas camadas altas, que separa ar mais quente vindo de África de ar mais frio associado à perturbação que se aproxima.

A precipitação deverá estar mais confinada à região central da perturbação por 2 motivos, um é que as massas de ar na sua dianteira são relativamente secas, em especial na média troposfera, e outra é porque não existe baroclinicidade suficiente para gerar superfícies frontais activas.

Assim sendo, esperamos que se gere uma banda de precipitação de carácter convectivo, amanhã, imediatamente na periferia  do vale em altitude, á medida que este se desloca de sudoeste para nordeste.
A sua passagem será breve mas os aguaceiros poderão ser localmente fortes no norte.